Open Journal Systems

COBERTURA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E DA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SANTA CATARINA: ANÁLISE DOS INDICADORES DE PACTUAÇÃO INTERFEDERATIVA

Katheri Maris Zamprogna, Sabrina da Silva de Souza, Samara Eliane Rabelo Suplici, Ana Cláudia da Cunha, Dione Lucia Prim Laurindo

Resumo


Objetivo: avaliar a cobertura de Atenção Primária nos municípios de Santa Catarina e o alcance do indicador de pactuação de cobertura do Programa Bolsa Família. Método: ecológico, transversal, descritivo, usando análise espacial e relacionamento probabilístico, utilizando-se o cálculo do coeficiente de Spearman, com apoio do software Statistical
Package for the Social Sciences. Realizado com os dados de 2017 e 2018 de 295 municípios de Santa Catarina, Brasil. Resultados: há uma correlação direta (p<0,05) entre os indicadores de Cobertura pelas Equipes de Atenção Primária e de Estratégia de Saúde da Família ao de Cobertura pelo Programa Bolsa Família. Santa Catarina não apresentou bom desempenho no cumprimento das metas pactuadas nos anos de 2017-2018 no que tange ao indicador de Cobertura pelo Programa Bolsa Família, estando em 2017 com média de 83,4 e 85,6 em 2018. Conclusão: contribui-se na compreensão da influência do Programa Bolsa Família sobre os indicadores de saúde.


Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Indicadores Sociais; Saúde da Família; Determinantes Sociais da Saúde; Programas Nacionais de Saúde

Texto completo:

PDF PDF (English)