CUIDADOS DE ENFERMAGEM NO ATENDIMENTO ÀS VÍTIMAS DE PICADAS ESCORPIÔNICAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Edjane Xavier dos Santos Silva, Willames da Silva, Jorge Luiz Costa da Fonseca, Salmana Rianne Pereira Alves, Daiane Medeiros da Silva, Jordana de Almeida Nogueira, Débora Raquel Soares Guedes Trigueiro

Resumo


Objetivo: avaliar conhecimentos e práticas dos profissionais de enfermagem na atenção primária.
Método: estudo exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa, desenvolvido de fevereiro a
março de 2018, com 20 enfermeiros de Unidades de Saúde da Família, da Paraíba, Brasil, por meio
de entrevista semiestruturada, submetida à técnica de análise temática.
Resultados: verificou-se que os enfermeiros não desenvolvem uma assistência sistematizada, mas
pontual, com base nos sinais e sintomas do quadro leve, e transferem ao serviço de referência a
responsabilidade pelo atendimento ao caso, por desconhecimento das condutas estabelecidas
para o acidentado. Ademais, 19 enfermeiros não realizam ações educativas para a prevenção dos
acidentes e repassam a responsabilidade ao sistema de vigilância em saúde.
Conclusão: são necessárias a implementação de programas de treinamentos, a elaboração de
Procedimento Operacional Padrão e a realização de educação em saúde para os profissionais, a
fim de melhorar a assistência às vítimas de picadas escorpiônicas.


Palavras-chave


Picadas de Escorpião; Assistência à Saúde; Enfermagem; Estratégia Saúde da Família; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.67322 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133