INSERÇÃO DAS ENFERMEIRAS NA PRÁTICA DE ACUPUNTURA EM SANTA CATARINA (1997-2015)

Ana Paula Senna Bousfield, Maria Itayra Padilha, Jussara Gue Martini, Amanda Nicácio Vieira

Resumo


Objetivo: identificar a inserção das enfermeiras na prática de acupuntura em Santa Catarina (1997-
2015).
Método: pesquisa qualitativa histórico-social, utilizando técnica da história oral temática,
fundamentada na sociologia das profissões de Eliot Freidson. Participaram 20 enfermeiros
acupunturistas. Para seleção realizou-se contato com o Conselho Regional de Enfermagem de
Santa Catarina, com Escolas de formação em Acupuntura do Sul do Brasil e a técnica snowball.
Resultados: as enfermeiras escolheram a especialização por empatia, vontade de atuação e
o querer provocar mudanças na vida de outras pessoas. O aperfeiçoamento permitiu utilizar
estrategicamente os conhecimentos e inovando ideais para um atendimento diferenciado. Quanto
à escolha da escola de formação, estavam atentas ao reconhecimento institucional e às facilidades
pessoais.
Conclusão: a enfermagem brasileira vem fundamentando um corpo de conhecimento especializado,
assegurando sua autonomia, expertise e credencialismo profissional. Este estudo contribuirá ao
cenário conquistado pela enfermeira e com todos os pesquisadores que se relacionam com este
tema.


Palavras-chave


Acupuntura; Enfermagem; História da Enfermagem; Escolha da Profissão; Sociologia.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v24i0.66766 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133