CONHECIMENTO E ATITUDES DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DE UM HOSPITAL PAULISTA FRENTE ÀS PRECAUÇÕES PADRÃO

Edvan Adalberto Dias Passos, Maria Helena Palucci Marziale

Resumo


Objetivo: analisar conhecimentos e atitudes de profissionais de enfermagem sobre adesão às
Precauções Padrão.
Método: estudo descritivo. Amostra composta por 165 profissionais da enfermagem de um hospital
paulista. Dados coletados pelos Questionnaires for knowledge and Compliance with Standard
Precaution - versão em português e analisados por estatística descritiva com cálculo de frequência.
Resultados: a maioria dos profissionais (98,2%) conhece as Precauções Padrão, porém 19,4%
responderam corretamente todas as questões formuladas. Atitudes adequadas foram identificadas
em relação ao descarte de materiais perfurocortantes (99,4%), uso de luvas (91%) e higienização
das mãos (89,8%). Comportamento de risco foi identificado pelo não uso de máscaras (64,6%) e
óculos de proteção (54,9%).
Conclusão: a maioria dos profissionais conhece as Precauções Padrão, porém a atitude de adesão
é parcial. Esse estudo contribui para o planejamento de ações de segurança no trabalho e a
elaboração de novas pesquisas sobre comportamentos de risco de profissionais de enfermagem.


Palavras-chave


Acidentes de Trabalho; Enfermagem; Saúde do Trabalhador; Exposição Ocupacional; Precauções Universais.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.66744 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133