O CUIDADO POR PROFISSIONAIS NAS PRÁTICAS DE SAÚDE EM OBSTETRÍCIA À LUZ DE AYRES E BUBER

Patrícia Santos Oliveira, Telmara Menezes Couto, Keury Thaisana Rodrigues dos Santos Lima, Fanny Eichenberger Barral, Aiara Nascimento Amaral Bomfim

Resumo


Objetivou-se discorrer uma reflexão sobre o cuidado às mulheres no processo de parto. Para tanto,
utilizamos referenciais teóricos sustentados no cuidado fundamentado em Ayres e os pressupostos
da existencialidade do ser por Buber. O cuidado na relação com o outro, nas práticas de saúde, em
especial no campo da obstetrícia, diz respeito à capacidade de criar interações entre profissional de
saúde e mulher no processo de parto associando o aspecto técnico e humanístico. Compreender
as concepções teóricas sobre a relação entre profissionais e parturientes no cuidado em saúde
é necessário para a reafirmação do paradigma de humanização e do cuidado no processo de
parto. Esta reflexão contribui para reorientação do modelo assistencial de saúde focado em
práticas humanizadas, com apoio nas evidências científicas e valorização das práticas de saúde
fundamentadas no cuidado às mulheres no processo de parto.


Palavras-chave


Pessoal de Saúde; Enfermagem Obstétrica; Parto; Gestantes; Muhleres.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v24i0.59889 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133