A LIDERANÇA COACHING EXERCIDA PELOS ENFERMEIROS NO CONTEXTO HOSPITALAR

Karen Yukari Hayashida, Andrea Bernardes, André Almeida de Moura, Carmen Silvia Gabriel, Alexandre Pazetto Balsanelli

Resumo


Objetivo: identificar e comparar a autopercepção dos enfermeiros e a percepção de auxiliares/técnicos de enfermagem quanto às práticas de Liderança Coaching.
Método: estudo transversal, realizado em 2016, com 69 enfermeiros e 233 auxiliares/técnicos de enfermagem de dois hospitais públicos paulistas. Utilizaram-se dois questionários validados acerca do exercício da liderança Coaching pelo enfermeiro, relacionados à autopercepção do enfermeiro e à percepção do técnico e auxiliar de enfermagem.
Resultados: dentre as quatro dimensões da Liderança Coaching, “comunicação” foi a mais reconhecida. No Hospital A, constatou-se semelhança na percepção da prática de liderança exercida pelos enfermeiros entre as duas categorias. No Hospital B, a autopercepção dos enfermeiros acerca do exercício da Liderança Coaching foi maior, quando comparada à percepção dos auxiliares/técnicos, exceto para a dimensão “comunicação”.
Conclusão: a Liderança Coaching e suas dimensões podem beneficiar as instituições e a enfermagem na melhor gestão de suas equipes.


Palavras-chave


Equipe de Enfermagem; Liderança; Coaching; Unidades Hospitalares; Enfermagem.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v24i0.59789 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133