QUALIDADE DO SONO E CLUSTER DE SINTOMAS EM PACIENTES COM CÂNCER EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO

Natália Abou Hala Nunes, Maria Filomena Ceolim

Resumo


Objetivo: analisar a formação dos clusters de sintomas em pacientes oncológicos.
Método: estudo longitudinal, de janeiro a junho de 2016. Foram recrutados 127 pacientes de um ambulatório público de quimioterapia de um hospital geral do Vale do Paraíba Paulista. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista e, para isto, foram utilizados o MD Anderson Symptom Inventory, o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh e a Escala Visual Análoga de Sono. Os dados foram submetidos a análise estatística descritiva e inferencial.
Resultados: três clusters de sintomas foram identificados ao longo do tempo: sintomas orgânicos e funcionais; emocionais e sono; e gastrointestinais.
Conclusão: Este estudo, além de ter subsidiado o conhecimento quanto aos clusters de sintomas em pacientes com câncer em tratamento quimioterápico ambulatorial, permitiu conhecer como esses sintomas se comportam durante as quatro primeiras sessões de quimioterapia. Dessa forma, subsidiará intervenções preventivas aos sintomas.


Palavras-chave


Enfermagem; Sono; Neoplasias; Assistência Ambulatorial; Enfermagem oncológica; Sinais e sintomas.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v24i0.58046 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133