SEGURANÇA DO PACIENTE EM UNIDADE NEONATAL: PREOCUPAÇÕES E ESTRATÉGIAS VIVENCIADAS POR PAIS

Fernanda Araujo Rodrigues, Wiliam Wegner, Karen Jeanne Cantarelli Kantorski, Eva Neri Rubim Pedro

Resumo


Objetivo: analisar como os pais identificam a segurança do paciente em unidade neonatal. Método: estudo de caso exploratório, com abordagem qualitativa, realizado em um hospital público de grande porte no sul do Brasil. Participaram do estudo 23 pais de crianças internadas na unidade neonatal, por meio de entrevista semiestruturada no período entre junho e agosto de 2015. Realizou-se análise de conteúdo do tipo temática. Resultados: emergiram duas categorias “Preocupações com a Segurança do Paciente” e “Estratégias para a Segurança do Paciente”. Os familiares relataram preocupações relacionadas ao controle de acesso à unidade, risco de infecção e comunicação deficiente com a equipe de saúde. No entanto, percebem excelência no serviço prestado, prática de cuidado com amor e ambiente protegido. Conclusão: apesar de inquietações, os pais sentem-se seguros em relação à assistência, considerando que houve mais estratégias identificadas do que preocupações.

Palavras-chave


Segurança do Paciente; Criança Hospitalizada; Enfermagem Neonatal; Pais.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v23i1.52166 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133