REPERCUSSÕES NA VIDA DE CUIDADORES DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM DOENÇA ONCOLÓGICA

Juliana da Silva Oliveira, Danielle de Oliveira Cunha, Charles Souza Santos, Roberta Laíse Gomes Leite Morais

Resumo


Objetivo: descrever as repercussões que ocorreram na vida de cuidadores de crianças e adolescentes com
doença oncológica. Método: estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado entre maio e junho de 2015,
com 15 cuidadores de crianças e adolescentes, em uma instituição de apoio a crianças com câncer de um município
da região sul da Bahia. Os dados foram coletados através de entrevistas semiestruturadas e analisados conforme a
técnica de análise de conteúdo, modalidade temática. Resultados: identificou-se como dificuldades para as cuidadoras
as mudanças da rotina familiar e os problemas financeiros, e como facilidade o apoio encontrado. Os principais
sentimentos vivenciados pelas mesmas foram desânimo, tristeza, perda, revolta, vitória, morte e fé. Conclusão: dessa
forma, faz-se necessário acompanhamento com equipe multidisciplinar, a fim de fornecer o suporte emocional para as
cuidadoras poderem vivenciar as repercussões que o processo de cuidar lhes impõe.


Palavras-chave


Neoplasias; Cuidadores; Crianças; Adolescentes.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v23i2.51589 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133