PERFIL DE MÃES E O DESFECHO DO NASCIMENTO PREMATURO OU A TERMO

Gracimary Alves Teixeira, Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho, Brismark Góes da Rocha, Silvana Alves Pereira, Bertha Cruz Enders

Resumo


Objetivo: identificar o perfil de mães de bebês prematuros e a termo para o desfecho do nascimento.Método: trata-se de um estudo analítico-descritivo, seccional, com amostra de 244 puérperas, sendo 109 mães de bebês prematuros e 135 mães de bebês a termo, por partos ocorridos no período de abril a setembro de 2015, em uma maternidade pública do nordeste brasileiro. Os dados foram analisados pelo programa Statistica 10 e teste Qui-quadrado. Resultados: alta prevalência de sedentarismo; significância estatística para sobrepeso e obesidade antes e durante a gravidez; elevada prevalência de pressão arterial alta durante a gestação das mães de bebês prematuros. Logo, os bebês nasceram com problemas de saúde em 58,1% (n= 63) dos prematuros e nascimento saudável em 96,3% (n= 130) dos bebês a termo. Conclusão: o perfil de mães com obesidade e sobrepeso é fator de risco ao nascimento do bebê prematuro como evento que demanda cuidado à saúde da criança.


Palavras-chave


Prematuro; Cuidado Pré-Natal; Parto; Fatores de Risco; Enfermagem Materno-Infantil.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v23i1.51409 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133