ENFERMEIROS DE SERVIÇOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA PSIQUIÁTRICA: ANÁLISE DE PERFIL PROFISSIONAL E EDUCACIONAL

Divane de Vargas, Janaina Soares, Talita Dutra Ponce, Bruna Batista de Oliveira

Resumo


O objetivo deste estudo é caracterizar o perfil profissional e educacional de enfermeiros de urgência e emergência psiquiátrica. Estudo transversal, realizado em 17 serviços de urgência e emergência psiquiátrica. Amostra de 184 enfermeiros foram predominantemente do sexo feminino, solteiros, formados em instituições privadas de ensino e com tempo médio de profissão de 10 anos. Evidenciou-se associação significativa entre o perfil dos enfermeiros e a prática clínica no atendimento as urgências e emergência psiquiátricas e os maiores preditores dessa associação foram, ser do sexo masculino (OR=9,05), ter tempo de profissão maior que 10 anos (OR=2,67) e ser egresso de instituições públicas de ensino (OR=2,14). Enfermeiros do sexo masculino continuam sendo a linha de frente dos atendimentos em emergência psiquiátrica, sugerindo a perpetuação de um modelo embasado na força física. A experiência profissional e maior carga horária durante a graduação são fatores que constituem uma melhor prática clínica em emergências psiquiátricas.


Palavras-chave


Enfermagem psiquiátrica; Emergência; Psiquiatria; Prática Profissional; Cuidados de Enfermagem.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i4.50704 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133