NEUROPATIA PERIFÉRICA E SINAIS CLÍNICOS DE SÍNDROME CORONARIANA AGUDA EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS

Caroline Helena de Paschoal Oliveira, Rita Simone Lopes Moreira, Solange Guizilini, Vinicius Batista Santos

Resumo


Objetivou-se avaliar o nível de neuropatia periférica em pacientes diabéticos com síndrome coronariana aguda e sua associação com a intensidade dos sinais clínicos. Estudo prospectivo, transversal e quantitativo. Os dados foram coletados de novembro de 2015 a fevereiro de 2016 em um hospital na cidade de São Paulo. Foram analisados os sinais clínicos apresentados pelos pacientes com síndrome coronariana aguda portadores de diabetes mellitus e o nível de neuropatia periférica pela Escala de Sintomas Neuropáticos. Foram avaliados 50 pacientes, apresentaram dor precordial em aperto em 33 (66%) participantes, além da sudorese e dispneia. Sintomas neuropáticos foram identificados em 33 (66%) pacientes, não observada associação entre o nível de neuropatia e a intensidade dos sinais clínicos da síndrome coronariana aguda. A avaliação clínica realizada pelo enfermeiro em pacientes diabéticos com síndrome coronariana aguda deve ser feita de forma rigorosa, principalmente nos pacientes que podem apresentar sinais clínicos atípicos dependendo do grau de neuropatia periférica.


Palavras-chave


Diabetes Mellitus; Síndrome coronariana aguda; Dor precordial; Neuropatias Diabéticas; Infarto.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i1.48491 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133