PERFIL DOS USUÁRIOS ATENDIDOS EM AMBULATÓRIO DE CUIDADO COM FERIDAS

Regina Helena Squizatto, Rosana Marcelino Braz, Andressa de Oliveira Lopes, Bruna Prini Rafaldini, Diego Bonil de Almeida, Nadia Antonia Aparecida Poletti

Resumo


O objetivo da pesquisa foi caracterizar o perfil dos pacientes atendidos em ambulatório de cuidado com feridas. Trata-se de estudo descritivo, retrospectivo, quantitativo, realizado em ambulatório de cuidado com feridas no interior do estado de São Paulo, com população de 347 prontuários, no ano de 2012 a 2014. Como resultado, houve predominância do sexo masculino (207/ 59,6%), idade entre 19 e 59 anos (56%) e casados (151/ 43,5%). Observou-se que 203 (58,5%) apresentavam alguma comorbidade e 103 (29,6%) algum tipo de hábito, principalmente tabagismo e etilismo. Com relação às características da ferida, 225 (64,9%) apresentavam apenas uma ferida e 90 (26%) do tipo deiscência de sutura, 176 (46,2%) das lesões localizavam-se no tronco e o tratamento mais utilizado foi com hidrogéis (153/ 21,3%). Concluiu-se que o conhecimento do perfil da população permite ao enfermeiro realizar planejamento específico de assistência à saúde, evidenciando a importância deste profissional no cuidado às feridas.


Palavras-chave


Cuidados de enfermagem; Pacientes ambulatoriais; Cicatrização de feridas; Epidemiologia.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i1.48472 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133