A PARTICIPAÇÃO DO PAI NO PROCESSO DE AMAMENTAÇÃO

Janete Pereira Lima, Luiza Helena de Oliveira Cazola, Renata Palópoli Pícoli

Resumo


Este estudo objetivou identificar a participação do pai no processo de amamentação em uma maternidade estadual da região centro-oeste do Brasil. Pesquisa descritiva de abordagem quantitativa, utilizando-se de dados primários coletados por meio de entrevistas estruturadas, junto a 56 pais acompanhantes de suas puérperas. Predominaram pais na faixa etária de 25 a 31 anos, 20 (35,71%), casados, 22 (39,29%) e com ensino médio completo, 18 (32,14%). Todas as gestantes realizaram pré-natal e 36 (64,29%) pais as acompanharam. Receberam orientações sobre amamentação, 23 (41,07%) pais e dentre os profissionais que forneceram informações, predominou o enfermeiro 17 (30,36%). O principal fator facilitador para os pais ajudarem na amamentação foi a vontade de apoiar a esposa 37 (66,08%) e o dificultador, conciliar o horário de trabalho, 19 (33,93%). Estar junto da mulher é a maneira que os pais encontraram para favorecer a amamentação e sua participação é fundamental para o sucesso desse processo.


Palavras-chave


Aleitamento materno; Cuidado pré-natal; Gestantes; Paternidade.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i1.47846 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133