TOMADA DE DECISÃO DE ENFERMEIROS FRENTE A INCIDENTES RELACIONADOS À SEGURANÇA DO PACIENTE

Roberta Meneses Oliveira, Érika da Silva Bandeira, Claudiene Regia Silva, Antônia Marina Lima Soares, Deiviane Barbosa Fonteles, Francismeire Brasileiro Magalhães Barboza

Resumo


Objetivou-se analisar a tomada de decisão de enfermeiros diante de incidentes relacionados à segurança do paciente. Estudo documental desenvolvido em um hospital público de Fortaleza, Ceará, entre setembro e dezembro de 2014. Foram analisados registros em Livros de Ocorrência de Enfermagem. Verificou-se associação entre as variáveis: tipo de incidente, categoria profissional e grau de dano com as ações de melhoria implementadas após a ocorrência. Realizou-se análise univariada e bivariada, aplicando-se o teste qui-quadrado de Pearson. Constatou-se que, dos 196 registros encontrados, em apenas 34,2% estavam descritas as decisões tomadas pelos enfermeiros, sendo estas direcionadas, em sua maioria, à equipe e ao paciente. Encontrou-se associação estatística significante entre tipo de incidente e registro de ações de melhoria (p=0,000). Destacaram-se as implementadas naqueles com dano leve (24,4%) em detrimento dos graves. Conclui-se que há subnotificação de incidentes e decisões tomadas para mitigá-los, indicando pouco reconhecimento de sua importância e prejuízo à segurança do paciente.

Palavras-chave


Enfermagem; Segurança do paciente; Dano ao paciente; Registros de enfermagem; Tomada de decisões.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v21i3.45683 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133