REVENDO O ENFOQUE EDUCATIVO NO PROCESSO DE AMAMENTAÇÃO

Soriane Kieski Martins, Carmen Elizabeth Kalinowski

Resumo


Estudo de caso realizado com mulheres inscritas no Programa Mãe Curitibana na Unidade de Saúde Bom Pastor, Município de Curitiba-PR. Os objetivos eram compreender o significado da amamentação e conhecer quais os principais determinantes do processo de aleitamento materno existentes na realidade daquelas mulheres. Para atingir esta meta, optou-se por uma abordagem qualitativa através do desenvolvimento de oficinas, ampliando a compreensão dos participantes sobre a amamentação como um produto de condicionantes sociais, econômicos, políticos e culturais. O estudo foi realizado com oito (8) gestantes, e na análise dos dados foram obtidas três categorias mais relevantes do significado do processo de aleitamento: Amamentação, Família e Trabalho. Assim, pôde-se concluir que as mulheres conhecem e valorizam a importância da amamentação, e sabem que a família exerce um papel fundamental de apoio, cujos valores, crenças e práticas estão sendo construídos e transmitidos entre as gerações. Desta forma, os profissionais de saúde não podem ignorar a importância da família como determinante e facilitadora no processo do aleitamento materno e sim procurar conhecer o contexto familiar o melhor que puder.

Palavras-chave


Educação em saúde; Aleitamento materno; Enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v6i2.44923 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133