IDENTIFICANDO BARREIRAS E CUMPRIMENTO DE METAS PARA PRÁTICA DE AUTOCUIDADO EM PESSOA COM DIABETES TIPO 2

Elisângela da Cruz Vargas, Sumaya Giarola Cecilio, Célia Luciana Guedes Barbosa Brasil, Heloisa de Carvalho Torres

Resumo


Objetivou-se identificar barreiras e o cumprimento de metas para o desenvolvimento das práticas de autocuidado em usuários com a condição crônica do diabetes Mellitus tipo 2. Estudo descritivo exploratório, realizado com 30 usuários, mediante visita domiciliar, em três unidades básicas de saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais durante o ano de 2014. As barreiras e metas citadas foram analisadas mediante frequência relativa e agrupadas em categorias. 63,1% dos usuários apresentaram dificuldades relacionadas a comportamentos psicossociais e culturais, 16,5% a ambientais e estruturais, 3,3% econômicos, 6,6% relacionaram a outros fatores e ainda 10% não consideraram ter dificuldades relevantes para cuidar da sua saúde. 60% dos usuários demonstraram disposição para planejamento e cumprimento de metas. Conclui-se que o usuário é capaz de buscar soluções para as barreiras e tomar decisões informadas, adequadas à sua saúde e contexto de vida, buscando soluções para o enfrentamento de barreiras nas práticas de autocuidado em diabetes.


Palavras-chave


Educação em saúde; Diabetes Mellitus; Autocuidado; Enfermagem.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v20i4.42572 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133