Open Journal Systems

PARTICIPAÇÃO MASCULINA NO PLANEJAMENTO FAMILIAR: O QUE PENSAM AS MULHERES?

Rachel Cruz, Ana Cláudia Brito de Morais, Sarah de Lima Pinto, Ludwig Tenório Cruz Gomes Amorim, Karla Jimena de Araújo Jesus Sampaio

Resumo


Trata-se de pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, cujo objetivo foi conhecer a percepção
feminina sobre a participação dos homens no planejamento familiar. Entrevistou-se 20 mulheres no período
de fevereiro a julho de 2012, em uma unidade de referência em assistência reprodutiva, no Ceará. A partir das
alocuções emergiram duas categorias: Contribuição do companheiro na contracepção e O que as mulheres
pensam sobre a participação do homem no planejamento familiar? As mulheres percebem a participação do
homem como insuficiente e acreditam que uma contribuição mais efetiva incluiria a ida do companheiro às
consultas. Reconhecem ser importante essa contribuição, mas algumas mostram aceitação diante da ausência
do homem, não cobrando esse envolvimento. Ao escolher sozinha e se responsabilizar pela contracepção a
mulher exime o parceiro de uma atribuição que é de ambos, reforçando a idéia socialmente construída, e aceita,
consciente ou inconscientemente, de que são encarregadas dos assuntos reprodutivos.


Palavras-chave


Planejamento Familiar; Percepção; Mulher; Homem.

Texto completo:

PDF PDF (English)