Open Journal Systems

ATUAÇÃO HUMANIZADA DA ENFERMEIRA DIANTE A DOR DO PACIENTE INFANTIL QUEIMADO

Danelia Gomez-Torres, Victoria Maldonado-González, Berenice Reyes-Robles, Ana Laura Muciño Carrera

Resumo


O artigo tem como objetivo refletir sobre a
atuação humanizada da enfermeira na intervenção da dor
nociceptiva somática das crianças. Foi realizado um estudo
qualitativo descritivo direcionado e discutido de acordo com
a fenomenologia de Husserl. Considerados seus aspectos
ético-legais, foram entrevistadas dez enfermeiras exper tas na
área de queimados; os dados relevantes foram selecionados
pela técnica colorimétrica para depois efetuar-se uma
análisedeconteúdo. Os r esultados r evelaram que a enfer meira
é uma profissional que atua afetivamente em situações
de angustia, tristeza, protegendo de maneira solidaria à
criança, também que as terapias não farmacológicas como
a ludoterapia, risoterapia, musicoterapia, exercícios de
relaxamento, respiração e apoio psicológico coadjuvam no
combate da dor. Ao concluir, reflete-se que a intervenção
da enfermeira é altamente humanizada e revela-se que
a dor requer ser tratada por profissionais com grande
sensibilidade para oferecer cuidado altamente humano.


Palavras-chave


Enfermagem; Dor; Queimaduras; Humanismo.