GERENCIAMENTO DE ENFERMAGEM NO CONTROLE DE PERDAS EVITÁVEIS DE IMUNOBIOLÓGICOS

Vanessa Bertoglio Comassetto Antunes de Oliveira, Cristiano Caveião, Fernanda Crosewski

Resumo


Os imunobiológicos são termolábeis, mantidos sob refrigeração desde o laboratório produtor até a sua
administração. Este estudo teve como objetivos levantar o número e identificar as causas de perdas evitáveis de
imunobiológicos no estado do Paraná, no período de 2009 a 2012. É um estudo exploratório retrospectivo quantitativo,
cujos dados foram obtidos na base de dados do Sistema de Informação de Apuração de Imunobiológicos Utilizados
do Paraná. O total das perdas de imunobiológicos por causas evitáveis foram de 3.437.552 doses, sendo que 95% das
perdas foram vacinas do calendário básico de vacinação. Pode-se identificar que ocorreram falhas na organização
do serviço e/ou no processo de trabalho da enfermagem, por se tratar de perdas consideradas como evitáveis. O
enfermeiro é o gerenciador das atividades de imunização, sendo imprescindível a atualização deste profissional,
através de capacitações e educação continuada para um serviço eficaz no controle das doenças imunopreveníveis.


Palavras-chave


Enfermagem; Vacinas; Refrigeração.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v19i4.36358 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133