A IDENTIDADE DO CUIDADO DE ENFERMAGEM NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI

Dâmarys Kohlbeck de Melo Neu Ribeiro, Eliane Cristina Sanches Maziero, Juliana Taques Pessoa da Silveira, Susanne Elero Betiolli, Nen Nalú Alves das Mercês

Resumo


Este estudo objetivou buscar evidências científicas acerca da identidade do cuidado de enfermagem na prática
profissional na primeira década do século XXI. Trata-se de revisão integrativa na qual foram analisados os resumos de 335
ar tigos científicos. Prevaleceram ar tigos de pesquisa qualitativa (n=151;45,07%), realizadas no âmbito hospitalar (n=176;52,5%),
na dimensão do cuidado (n=198;59,2%) e na temática saúde do adulto (n=107;31,94%). Os atributos do cuidado identificados
foram agrupados em três categorias: Importância do conhecimento para a efetivação do cuidado; Sistematização do cuidado;
eCuidado humanizado, pautado nas relações e interações. Na primeira década do século XXI a identidade do cuidado de
enfermagem esteve pautada no conhecimento do profissional enfermeiro, na sistematização da assistência de enfermagem e na
humanização do cuidado de enfermagem.


Palavras-chave


Enfermagem; Cuidados de enfermagem; Papel do profissional de enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i3.33573 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133