A SUPERVISÃO COMO ESTRATÉGIA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DAS PRÁTICAS DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Michela Macedo Lima Costa, Marília Santos Fontoura

Resumo


Trata-se de um estudo teve como objetivo descrever o processo de supervisão desenvolvido pela Coordenação da Atenção Básica em relação ao processo de trabalho das equipes Saúde da Família do Sudoeste baiano. Caracteriza-se como pesquisa de abordagem qualitativa, com uso da técnica da triangulação das informações decorrentes da pesquisa documental, entrevistas e do grupo focal com os profissionais, e foi realizada em 2008. 008. Pode-se observar que a supervisão favorece a proximidade e o estabelecimento de vínculos como aspectos favoráveis ao desenvolvimento e avaliação do processo de trabalho. Neste estudo, a atividade de supervisão apresentou-se como uma ferramenta de gestão que demanda planejamento, envolvimento, interação, continuidade e corresponsabilidade. Nessa direção, é importante que seja construída num esforço conjunto entre gestores, profissionais de saúde e usuários.

Palavras-chave


Saúde da família; Supervisão de enfermagem; Trabalhadores

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v17i4.30386 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133