AVALIAÇÃO DE INDICADORES OPERACIONAIS DE UM SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA

Naldiana Cerqueira Silva, Lidya Tolstenko Nogueira

Resumo


O atendimento pré-hospitalar se consolidou no Brasil a partir das normas estabelecidas em portarias ministeriais que culminaram com a implantação de Serviços de Atendimento Móvel de Urgência no país. Neste estudo, realizou-se a avaliação dos resultados produzidos por este Serviço em Teresina- Piauí, analisando a natureza das ocorrências, o tempo resposta e referenciamento dos atendimentos no período de 2005 a 2011. Trata-se de pesquisa avaliativa, descritiva, quantitativa com dados obtidos a partir das fichas de atendimento e consolidação. Verificou-se maior número de solicitações para urgências clínicas em adultos, demanda elevada e decrescente para urgências clínicas e obstétricas, e ascendente para acidentes de trânsito. Constatou-se que o tempo de deslocamento até o local de atendimento foi maior que o recomendado para a zonas urbana e rural. Conclui-se que no município do estudo este Serviço necessita reduzir o tempo resposta, com otimização de oferta hospitalar.

Palavras-chave


Socorro de urgência; Assistência pré-hospitalar; Avaliação de programas e projetos de saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v17i3.29287 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133