ATENÇÃO À CRIANÇA COM DOENÇA CRÔNICA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

Vanessa Medeiros da Nóbrega, Simone Soares Damasceno, Poliana Formiga Rodrigues, Altamira Pereira da Silva Reichert, Neusa Collet

Resumo


 

O aumento significativo de crianças com doenças crônicas revela a importância da qualificação dos serviços de atenção primária à saúde e de seus profissionais, no sentido de promover competências na assistência, condizentes às necessidades desta condição. Este estudo descritivo, com abordagem qualitativa, objetivou analisar a atenção à criança com doença crônica em Estratégia Saúde da Família. As entrevistas, utilizando um roteiro semiestruturado, foram realizadas no período de novembro de 2008 a janeiro de 2009 com três mães de crianças com doenças crônicas. Os dados foram analisados segundo os princípios da análise temática e emergiram duas temáticas: Não resolutividade das demandas de saúde e Insatisfação com o atendimento na Estratégia Saúde da Família. Revelou-se a fragilidade da Estratégia para atender, com competência, às demandas de crianças com doença crônica e a necessidade de mudanças no processo de trabalho para que se efetive a assistência integral.

 


Palavras-chave


Atenção primária à saúde; Doença crônica; Saúde da criança.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i1.28517 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133