A EXPERTISE DE NIGHTINGALE E O MANUAL BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE

Leila Soares Seiffert, Lillian Daisy Gonçalves Wolff, Marilene Loewen Wall

Resumo


Reflexão sobre a expertise e a contribuição de Florence Nightingale para a prática da enfermagem e para a segurança do paciente. São realizadas analogias entre concepções da referida autora acerca de doentes, enfermagem, ambiente hospitalar e os itens de orientação do Manual Brasileiro de Acreditação de Organizações Prestadoras de Serviços de Saúde, versão 2006, especificamente os relativos ao Nível 1. A abordagem epidemiológica, a compreensão e ênfase da necessidade de conhecimento científico de Nightingale são atuais e refletem a importância, por ela atribuída, à prevenção de riscos, medidas e avaliação de fenômenos em busca da qualidade da assistência e à segurança do paciente, preceitos incluídos no Manual Brasileiro de Acreditação, que destaca a segurança, a qualidade da assistência, o aprimoramento da gestão e a qualificação das equipes.

Palavras-chave


Enfermagem; Prática profissional; Acreditação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i3.24293 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133