SINTOMATOLOGIA E MODIFICAÇÕES NO COTIDIANO DAS MULHERES NO PERÍODO DO CLIMATÉRIO

Rosiane Pitombeira, Francisca Elisângela Teixeira Lima, Fernanda Jorge Magalhães, Ires Lopes Custódio, Shérida Karanini Paz de Oliveira

Resumo


O objetivo do estudo foi averiguar as mudanças ocorridas na vida de mulheres durante o climatério e verificar os principais sintomas por elas referidos. A pesquisa foi realizada em unidade básica de saúde do Município de Fortaleza, Ceará e a amostra constituiu-se de 101 mulheres no período do climatério. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista, cujos resultados foram tabulados e organizados em quadros. Constatou-se que a sintomatologia associada à síndrome do climatério foi altamente prevalente, sendo que 92,07% das mulheres experimentaram pelo menos um dos sintomas, com maior frequência de fogachos, irritabilidade e esquecimento; entre as principais alterações no cotidiano, os sintomas relacionados à depressão e às alterações metabólicas foram os mais referidos, confirmando-se que a transição do climatério tem grande impacto na vida. O enfermeiro pode atuar junto às mulheres como facilitador para o enfrentamento e significação desta fase da vida.

Palavras-chave


Climatério; Menopausa; Enfermagem em saúde comunitária; Cuidados de enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i3.20913 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133