A PARTICIPAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM NA ASSISTÊNCIA ÀS PARTURIENTES NO MUNICÍPIO DE ALFENAS, MINAS GERAIS

Eliana Peres Rocha Carvalho Leite, Maria José Clápis

Resumo


Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal, com abordagem metodológica quantitativa, cujo objetivo foi caracterizar os profissionais que compõem a equipe de enfermagem que atua no atendimento às parturientes em maternidades de Alfenas, Minas Gerais e identificar as ações desenvolvidas por ela na prática obstétrica. A população estudada foi composta por 24 profissionais de enfermagem (dez enfermeiros, cinco técnicos em enfermagem e nove auxiliares de enfermagem). A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista e observação sistemática não participante das ações desenvolvidas pela equipe de enfermagem durante a assistência obstétrica, sendo iniciada após a aprovação das Instituições envolvidas e do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL-MG, sob o protocolo n. 23087.001016/2008-98. Os profissionais participantes são predominantemente do sexo feminino (91,7%), com idade média de 38,25 anos; a carga horária média semanal de trabalho foi de 49,17 horas, sendo que 25% trabalham em dois empregos; 71,4% são profissionais de enfermagem de nível médio que desenvolvem atividades consideradas de maior complexidade e receberam treinamento informal na própria maternidade durante a jornada de trabalho, não sendo considerados qualificados para esse tipo de atendimento. Muitas das competências essenciais em obstetrícia, preconizadas pela International Confederation of Midwives, são desenvolvidas de forma incompleta, com baixa frequência ou não são desenvolvidas. Práticas obstétricas baseadas em evidências científicas, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, são adotadas nas maternidades; outras, não recomendadas, ainda são utilizadas. O estudo revela a necessidade de qualificação dos profissionais para executar um atendimento condizente com as metas estabelecidas pela Iniciativa Global por uma Maternidade Sem Risco.

Palavras-chave


Enfermagem obstétrica; Equipe de enfermagem; Parto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v15i4.20382 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133