CONHECIMENTOS E PRÁTICAS DO AUXILIAR DE ENFERMAGEM EM SALA DE IMUNIZAÇÃO

Lucas Rodrigues Feitosa, Jullyanne Alexandre Feitosa, Maria Wanderleya de Lavor Coriolano

Resumo


Este estudo, de abordagem qualitativa, teve como objetivo analisar conhecimentos e práticas do auxiliar de enfermagem em sala de imunização, considerando seu papel fundamental na Atenção Básica. Os instrumentos para coleta de dados foram a entrevista e a observação não participante, aplicados a 10 auxiliares de enfermagem. A análise de dados foi realizada conforme a Análise de Conteúdo de Bardin, com elaboração de cinco categorias temáticas: Contaminação com materiais da sala de vacinas; Descarte do lixo produzido na sala de vacinação; Educação permanente dos profissionais da sala de imunização; Orientações prestadas às mães; e Relação enfermeiro e auxiliar de enfermagem. A mecanicidade do trabalho, capacitação deficiente, falta de orientações à clientela quanto à finalidade e reações adversas foram alguns problemas identificados. Diante dos resultados, recomenda-se maior investimento na educação permanente destes profissionais aliando o conhecimento científico ao cotidiano do trabalho para uma atuação mais fortalecida e humanizada.

Palavras-chave


Imunização; Educação em enfermagem; Enfermagem em saúde comunitária; Atenção primária à saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v15i4.20370 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133