A AUTONOMIA DO CUIDADO EXERCIDO POR ADOLESCENTES PARA UM VIVER SAUDÁVEL: O OLHAR DA ENFERMAGEM

Jacira Nunes Carvalho, Alacoque Lorenzini Erdmann, Mary Elizabeth Santana

Resumo


Estudo descritivo e qualitativo, teve por objetivo compreender o significado da autonomia do adolescente para o cuidado de si e suas interações na perspectiva de um viver saudável. Utilizou-se o referencial teórico metodológico da complexidade e a Grounded
Theory. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, textos, recorte e colagem, entre fevereiro a novembro de 2009. Foram participantes 27 pessoas, entre adolescentes, pais, professores e enfermeiros de uma unidade de saúde e uma escola de Belém, Estado do Pará. Os resultados apontaram para o modelo “entendendo a relação entre autonomia e dependência do adolescente para o cuidado de si na perspectiva do viver saudável” ancorado em seis categorias que se interrelacionam na sua explicação. Compreendeu-se que, na administração do processo construtivo da autonomia, o adolescente vivencia a ação/retroação nos diversificados contextos e percebe a sua dependência diante das diferentes relações desafiadoras frente à realidade do viver uma existência saudável.

Palavras-chave


Autonomia pessoal; Adolescente; Dependência; Enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i2.17545 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133