Open Journal Systems

CONHECIMENTO SOBRE PLANTAS MEDICINAIS ENTRE AGRICULTORES DE BASE ECOLÓGICA DA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL

Teila Ceolin, Rita Maria Heck, Rosa Lía Barbieri

Resumo


É entre os membros da família que se propagam informações orais quanto aos hábitos e os cuidados com asaúde, como o uso das plantas medicinais. Esta pesquisa objetivou investigar o conhecimento relacionado às plantasmedicinais entre as gerações familiares e conhecer as redes de transmissão adotadas entre os deste conhecimento, dosagricultores de base ecológica da região Sul do Rio Grande do Sul. Consiste em um estudo qualitativo, descritivo eexploratório, o qual foi realizado com 8 famílias de agricultores ecológicos, totalizando 19 entrevistados, residentes nosmunicípios de Pelotas, Morro Redondo, Canguçu e Arroio do Padre. A coleta de dados ocorreu entre janeiro e maio de2009. Foram utilizados como instrumentos a entrevista semiestruturada, a construção de genograma e ecomapa, a observaçãodas plantas com registro fotográfico e o georreferenciamento. Os dados foram analisados e agrupados em três temáticas:levantamento etnobotânico das plantas medicinais citadas pelos entrevistados; contextualização dos agricultores doestudo e o saber sobre as plantas medicinais nos diferentes grupos familiares. Entre os entrevistados, 16 eram mulheres,destacando a importância destas na transmissão do conhecimento entre as gerações familiares. Foram citadas, pelosentrevistados, 196 plantas medicinais, entre nativas do Rio Grande do Sul e exóticas do Estado, e 7 elixires. O nome popularatribuído para algumas plantas medicinais variou entre cada família pesquisada, ocorrendo também atribuição do mesmonome a plantas de gêneros diferentes. A família foi referida como principal fonte na transmissão do conhecimento emrelação às plantas medicinais, seguida de grupos de mulheres e/ou igreja da comunidade, entre outros. A maioria dossujeitos relatou realizar, primeiro, o tratamento com as plantas medicinais para depois buscar o serviço formal de saúde. Asplantas são utilizadas como uma prática no cuidado à saúde entre os agricultores, os quais trocam seus conhecimentosentre si e com os demais membros da comunidade. A Enfermagem, na busca do cuidado integral, deve compreender ocontexto cultural no qual o indivíduo e a sua família estão inseridos, suas práticas de cuidado e as redes de transmissãodeste saber popular.

Palavras-chave


Cultura; Saúde da família; Cuidados de enfermagem; Plantas medicinais; Culture; Family health; Nursing care; Plants, medicinal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v15i1.17190