A EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA E O PORTADOR DE TRANSTORNO MENTAL: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA

Marjorie Ester Maciel

Resumo


Este trabalho é o relato de uma experiência da equipe de Saúde da Família do município de Vicentina-MS, que

tem como objetivo relatar a contribuição da equipe de saúde da família na promoção da saúde mental através da reintegração

sócio-familiar do portador de transtorno mental. Constatou-se que, ao prestar assistência a um paciente portador de

transtornos mentais, houve a superação do medo e do preconceito da equipe em relação ao paciente. Assim, espera-se

com este trabalho contribuir diretamente para o incremento das ações de saúde mental na ESF e, secundariamente, para a

mudança de modelo da assistência em saúde mental no Brasil e na consolidação dos pressupostos da Reforma Psiquiátrica.


Palavras-chave


Saúde mental; Saúde da família; Estigmatização=pt; Mental health; Family Health; Prejudice=en; Salud mental; Salud de la familia; Estigmatización=es

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v13i3.13045 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133