O SIGNIFICADO E A REPRESENTAÇÃO DA DOENÇA CRÔNICA: CONHECIMENTO DO PORTADOR DE HIPERTENSÃO ARTERIAL ACERCA DE SUA ENFERMIDADE

Maria de Fátima Mantovani, Elis Martins Ulbrich, Suzana Pinotti, Letícia Morgana Giacomozzi, Liliana Maria Labronici, Leila Maria Mansano Sarquis

Resumo


Trata-se de um estudo quanti-qualitativo realizado de novembro de 2005 a maio de 2008, em uma unidade de

saúde da Prefeitura de Curitiba - PR. O objetivo do estudo foi descrever o conhecimento dos usuários inscritos e ativos do

Programa de Hipertensão Arterial sobre a doença. Os participantes foram 69 usuários e os dados foram obtidos por meio

de entrevista semi-estruturada. Do total de participantes, 45 eram do sexo feminino, 36 tinham idades entre 41 e 60 anos, e

37 com o ensino fundamental incompleto. Os usuários conheciam e definiam a doença, e sabiam das principais complicações,

mas este fato não aumentou o conhecimento sobre a condição crônica da hipertensão. A existência da doença foi

representada pela mudança da consistência do sangue, das artérias do coração e do estado emocional.


Palavras-chave


Hipertensão arterial; Doença crônica; Enfermagem=pt; Hypertension; Chronic disease; Nursing=en; Hipertensión arterial; Enfermedad crónica; Enfermería=es

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v13i3.12964 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536