PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES DE TRADUÇÃO ESPANHOL-PORTUGUÊS ACERCA DO PROCESSO DE BILETRAMENTO

Ana Laura dos Santos Marques

Resumo


Este trabalho enfoca a percepção do biletramento presente no contexto universitário chileno em que o desenvolvimento da escrita tem propósitos específicos para os estudantes de tradução espanhol-português: transitar entre línguas para transmitir significados. O conceito de biletramento (Hornberger, 2003; 2013) refere-se às instâncias em que a comunicação ocorre em duas ou mais línguas dentro e em torno da escrita. É precisamente a percepção da correlação entre a habilidade de escrita em duas línguas o problema discutido neste artigo. Para essa proposta, ressalto a proximidade entre as línguas espanhola (LM) e portuguesa (LE), propiciadora da compreensibilidade mútua que indefine as fronteiras entre as duas línguas. Os objetivos deste trabalho são descrever e analisar as opiniões dos estudantes de tradução acerca do incremento de sua habilidade de escrita e verificar se eles a compreendem como um processo contínuo: desde a língua materna à língua estrangeira e vice-versa. Para isso, utilizo uma metodologia qualitativa, com dados analisados a partir de entrevistas semiestruturadas. Os resultados dessa pesquisa buscam responder se, nas percepções dos estudantes, está plasmada a ideia de complementariedade através das práticas de produção de textos no contexto de formação acadêmica, sobretudo nas possíveis correlações entre a língua estrangeira e a língua materna.


Palavras-chave


Biletramento; Escrita académica; Aprendizagem de línguas próximas: português-espanhol

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rvx.v12i2.51213

Revista X. ISSN: 1980-0614