CONSIDERAÇÕES DA ABORDAGEM FUNCIONALISTA EM UM TEXTO EM PORTUGUÊS DE UM PROFESSOR JURUNA

Lígia Moscardini

Resumo


Este artigo apresenta uma abordagem funcionalista nas análises de um texto em português como segunda língua, coletado em oficina de leitura e escrita na escola Kamadu, da etnia juruna, localizada em Mato Grosso-MT. A proposta de texto foi trazida por um professor indígena, que pretendia elaborar um roteiro de vídeo a ser filmado. Por tal motivo, foram feitas orientações para colaborar, ainda que por um curto período, com a alta demanda do ensino de português na escola Kamadu, com enfoque no ensino de leitura e produção de texto, visando o uso e reflexão linguística e, com isso, a preservação cultural. Nesse sentido, a linguística funcional pode contribuir para a eficácia dessa proposta por priorizar, dentre outros aspectos, o uso linguístico e contexto interacional. Para isso, foram utilizadas bibliografias sobre os juruna e escola Kamadu e sobre vertentes do funcionalismo adequadas para a análise de texto, com o objetivo de se analisar a finalidade e expressividade das escolhas linguísticas feitas por um falante de português como segunda língua. 


Palavras-chave


produção de texto; abordagem funcionalista; professor indígena

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rvx.v12i2.50132

Revista X. ISSN: 1980-0614