Open Journal Systems

Sistema de Controle Gerencial: Análise Empírica com Foco nas Tensões Dinâmicas

Kelly Cristina Mucio Marques, Priscila Schiavão Hubel, Reinaldo Rodrigues Camacho, Katia Abbas

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi analisar como está estruturado o Sistema de Controle Gerencial (SCG) de uma empresa focando o gerenciamento das tensões dinâmicas, de acordo com o modelo conceitual de Tessier e Otley (2012). Para atender o objetivo, foi empreendido um trabalho de campo, descritivo e qualitativo. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas e pesquisa documental. As conclusões evidenciaram que o SCG é formado por práticas que atendem a todos os quatro objetivos do sistema de controle descritos no modelo usado. A informação e a aprendizagem gerada pelo controle de desempenho estratégico são incorporadas nas metas de desempenho operacional e nos controles de limites estratégico e operacional, promovendo a ação e também a restrição do comportamento, gerando o balanceamento das intenções do controle, com o consequente gerenciamento das tensões dinâmicas. Uma sugestão para o refinamento do modelo conceitual é explorar mais a verificação das intenções relativas às consequências dos controles, especialmente separando essas consequências tanto para a gestão (alta e média) quanto para os demais funcionários, de modo que possam ser classificados de forma mais clara.

Palavras-chave


SCG, Tensões dinâmicas, Alavancas de Controle

Texto completo:

PDF |34-52|


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v10i3.59870