Open Journal Systems

Justificar e legitimar a auditoria nas sociedades: discussão teórica e análise empírica

Bruno José Machado Almeida

Resumo


As teorias justificativas da auditoria, na sociedade atual, têm de ser enquadradas no contexto social e cultural, no qual este ramo do saber ocupa a função fundamental de credibilizar a informação financeira divulgada. A auditoria é, hoje, um importante mecanismo de controlo de qualquer sistema económico. Deste modo, encontrar uma teoria explicativa para a sua existência, num contexto de permanente evolução das diferentes abordagens, até agora apresentadas por autores anglo-saxónicos, é uma exigência e um desafio intelectual e contribui para dotar a auditoria de uma estrutura concetual mais apropriada e universalmente aceite. Para o efeito, efetuamos um estudo teórico das abordagens explicativas da auditoria e uma investigação empírica dirigida aos profissionais de auditoria portugueses, com o intuito de saber como é que os mesmos interpretam e explicam a existência da auditoria na sociedade. Os resultados obtidos apontam para a teoria da informação como a tese preferida pelos profissionais portugueses.


Texto completo:

|PDF 85-102|


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v10i1.54232