n. 16 - GESTÃO DEMOCRÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: POSSIBILIDADES ATUAIS DE PARTICIPAÇÃO A PARTIR DA EXISTÊNCIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS

Danieli D' Aguiar Cruzetta, Marcus Quintanilha da Silva

Resumo


Este artigo teve como objetivo propor uma reflexão sobre os processos que favorecem uma gestão democrática e as possibilidades atuais de participação das famílias no cotidiano de seus filhos em creches e pré-escolas a partir da existência de órgãos colegiados. Considerou-se como metodologia de análise uma abordagem quantitativa crítica, compreendendo que as informações de 28.453 instituições educativas públicas municipais que ofertavam exclusivamente a educação infantil, resultado das respostas de seus diretores ao Censo Escolar de 2019 acerca da existência de órgãos colegiados nas unidades na qual são dirigentes, foram auxiliares ao objetivo proposto, mas que este foi nutrido de literatura especializada em torno da luta pelo direito à educação infantil e pressupostos da gestão democrática no ensino público, bem como de retomada da legislação nacional no que se refere ao tema. Os resultados evidenciam a incipiência na existência dos órgãos colegiados como ponto de partida assumido por essa investigação para se pensar em favorecimento da participação da comunidade nos processos decisórios da escola.


Palavras-chave


Gestão Democrática; Educação Infantil; Órgãos Colegiados.

Texto completo:

PDF

Referências


BONDIOLI, Anna. Construir compartilhando a qualidade: a contribuição das partes interessadas. In: BONDIOLI, Anna; SAVIO, Donatella (org.). Participação e qualidade em educação da infância: percursos de compartilhamento reflexivo em contextos educativos. Tradução de Luiz Ernani Fritoli. Curitiba: Ed. UFPR, 2013, p. 25-45.

BOBBIO, Norberto. O futuro da democracia: uma defesa das regras do jogo. Tradução de Marco Aurélio Nogueira. 13ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

FINCO, Daniela.; GOBBI, Maria Aparecida.; FARIA, Ana Lucia Goulart. Um olhar feminista para o direito das crianças. In: FINCO, Daniela.; GOBBI, Maria Aparecida.; FARIA, Ana Lucia Goulart (org.). Creche e feminismo: desafios atuais para uma educação descolonizadora. Campinas, SP: Edições Leituras Críticas; Associação de Leitura do Brasil – ALB; São Paulo: Fundação Carlos Chagas – FCC, 2015, p. 9-21.

HORA, Dinair Leal da. Gestão democrática na escola: Artes e ofícios da participação coletiva. 18. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012. Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola – Teoria e Prática. Goiânia: Editora Alternativa, 2001.

PARO, Vitor Henrique. Administração Escolar – introdução crítica. 17. ed. rev. e ampl. São Paulo: Cortez, 2012.

ROSEMBERG, Fúlvia; CAMPOS, Maria Malta.; PINTO, R. P. Creches e pré-escolas. São Paulo: Nobel: Conselho Estadual da Condição Feminina, 1985. (Década da Mulher).

SELZ, Marion. O raciocínio estatístico em sociologia. In: PAUGAM, Serge (Coord.). A pesquisa sociológica. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015, p. 202-217.

SOUZA, Ângelo Ricardo de. GOUVEIA, Andrea Barbosa. SILVA, Monica Ribeiro da. SCHWENDLER, Sonia Fátima. Gestão democrática da escola pública. IN: SOUZA, Ângelo Ricardo de. (org.) Coleção Gestão e Avaliação da Escola Pública. Universidade Federal do Paraná, Pró-Reitoria de Graduação e Ensino Profissionalizante, Centro Interdisciplinar de Formação Continuada de Professores; Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Curitiba: Ed. Da UFPR. 2005. Disponível em: < http://www.cinfop.ufpr.br/pdf/colecao_1/caderno_1.pdf >. Acesso em: 10 jan. 2020

SOUZA, Ângelo Ricardo de. Perfil da Gestão Escolar no Brasil. 2007. 302 p. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo. 2007.

SOUZA, Ângelo Ricardo de. Explorando e construindo um conceito de gestão democrática. Educação em Revista, Belo Horizonte, v.25, n. 03, p.123-14, dez. 2009, p. 123-140. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/edur/v25n3/07.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2020.

TELES, Maria Amélia Almeida. A participação feminista na luta por creche. In: FINCO, Daniela.; GOBBI, Maria Aparecida.; FARIA, Ana Lucia Goulart (org.). Creche e feminismo: desafios atuais para uma educação descolonizadora. Campinas, SP: Edições Leituras Críticas; Associação de Leitura do Brasil – ALB; São Paulo: Fundação Carlos Chagas – FCC, 2015, p. 21-34.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v15i0.79080

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Publicado por el Núcleo de Política Educativa (NuPE) y por la línea de investigación en Políticas Educativas del Programa de Posgrado en Educación (PPGE / UFPR), de la Universidad Federal de Paraná (UFPR).

 Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br