POLUIÇÃO HÍDRICA POR DEJETOS DE SUÍNOS: UM ESTUDO DE CASO NA ÁREA RURAL DO MUNICÍPIO DE QUILOMBO, SANTA CATARINA

Fabiola Oro Assis, Ana Maria Muratori

Resumo


A atividade suinícola, essencial para a economia de muitos municípios do oeste catarinense, tem contribuído para o desencadeamento de problemas ambientais, marcadamente, em relação aos recursos hídricos. Os principais resíduos resultantes dessa atividade, os dejetos, podem ser caracterizados como poluidores de grande magnitude. Nesse sentido, O presente estudo procurou avaliar a qualidade da água em uma área de atividade suinícola, localizada na área rural do município de Quilombo, oeste de Santa Catarina, A pesquisa teve como base a abordagem sistêmica, permitindo a análise dos distintos componentes do meio físico e antrópico, em interação. Foram feitas análises de água, no sentido de apontar o nível de poluição hídrica gerado pelos dejetos. Os resultados apontaram que o meio hídrico da região apresenta características químicas e biológicas alteradas, embora os níveis mais elevados tenham sido detectados à jusante da área urbana, onde o Rio Quilombo recebe maior carga poluidora.

Palavras-chave


poluição hídrica; contaminação por atividade suinícola

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v2i1.8418



Revista Geografar ISSN: 1981-089X