MAPEAMENTO DA COBERTURA DA TERRA DO MUNICÍPIO DE CURITIBA-PR

Manoella Barros Pedreira Ferreira

Resumo


O mapeamento da cobertura da terra é importante ao planejamento urbano pois possibilita a identificação dos elementos da natureza e construções artificiais, isso permite entender parte da estrutura das paisagens e tecer inferências sobre suas dinâmicas. Entretanto, nem sempre os mapas disponibilizados pelos órgãos públicos responsáveis pelo planejamento são adequados para o bom entendimento da estrutura e dinâmica das paisagens urbanas, principalmente devido às pequenas escalas utilizadas. O trabalho teve como objetivo elaborar uma carta de cobertura da terra do município de Curitiba-PR, na escala de 1:35.000, com base em informações detalhadas de imagens do Google Earth, na escala 1:3.000, ano 2014 e com o auxílio do software ArcGIS 10.1. Foram utilizados três sistemas de espaços para organizar as categorias de cobertura da terra: espaços edificados (de acordo com o gabarito e presença ou não de vegetação), espaços não edificados (com ou sem vegetação) e espaços viários (tráfego). Observou-se que o município apresenta uma proporcionalidade entre esses espaços. Curitiba apresenta boa parte de sua área coberta por vegetação, além de áreas com edificações baixas e com jardins, que deveriam ser mantidas por meio de medidas traçadas no planejamento da paisagem do município. A distribuição das classes de cobertura não ocorre de forma homogênea. Foi possível identificar áreas com concentração de edificações altas e com pouca vegetação, áreas com grandes edificações, como galpões, entre outros, em pontos específicos, estas merecem uma atenção diferenciada no planejamento.


Palavras-chave


Classificação da paisagem urbana. Planejamento da Paisagem. Qualidade ambiental urbana.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v14i1.58481

Revista Geografar ISSN: 1981-089X