PRECIPITAÇÕES PLUVIAIS EXTREMAS EM LONDRINA - PR

Glauco Marighella Silva, Paulo Henrique Caramori, Rogério Teixeira Faria

Resumo


O presente trabalho tem por intuito estimar as máximas pluviométricas para o município de Londrina – PR, através da identificação dos maiores eventos de precipitação diária ocorridos (eventos extremos) em cada ano da série histórica em análise, auxiliando no planejamento e na tomada de decisão principalmente quanto a dimensionamento de estruturas e prevenção de desastres. É de conhecimento comum de que as chuvas em grandes proporções podem gerar transtornos, entretanto, não existem dados atualizados sobre as precipitações máximas estimadas para o município de Londrina e desta forma o trabalho vem a contribuir para que os profissionais e o serviço público possam prevenir a população de eventos inesperados. Os dados utilizados foram coletados de 1961 a 2010 nas estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e Agronômico do Paraná (IAPAR), localizado no município de Londrina. Para a estimativa de precipitações máximas utilizou-se o método de distribuição de Gumbel, juntamente com a equação geral de duração de precipitações máximas de Holtz (1966). Os resultados possibilitam melhorar o dimensionamento de estruturas nos meios rural e urbano, reduzindo impactos de eventos extremos.


Palavras-chave


Distribuição de Gumbel; precipitações extremas; máximas pluviométricas em Londrina.

Texto completo:

Artigo Autorização


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v7i2.25938



Revista Geografar ISSN: 1981-089X