PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E PERCEPÇÕES DOS ESTUDANTES COM RELAÇÃO ÀS IDENTIDADES GOIANAS NO ENSINO FUNDAMENTAL DE GEOGRAFIA EM GOIÂNIA-2009

Joyce de Almeida Borges, Maria Geralda de Almeida

Resumo


Este artigo objetiva compreender as contribuições do ensino de Geografia na formação de estudantes do ensino fundamental no que se refere à construção e desconstrução de concepções sobre as identidades goianas em Goiânia. Como os alunos concebem o que é ser goiano e o que faz parte de suas identidades? Ao longo dele identificamos os principais elementos geográficos utilizados pelos professores para a construção e desconstrução dos discursos identitários, a principal referência foi a percepção de estudantes e professores. As problemáticas que se pressupõem em torno do tema são de que na contemporaneidade é necessário discutir a diversidade cultural, os conflitos identitários culturais e territoriais para que os estudantes possam se reconhecer enquanto sujeito sociocultural, construindo um ambiente de respeito às diferentes identidades. E ainda, as mídias e o Estado exercem um papel na construção dessas identidades que pode ser analisado pelo ensino de Geografia. Porém, aliar tais temáticas ao ensino de Geografia é um desafio. A princípio foi identificado que os livros didáticos não apontam os referentes temas e nem a realidade cultural goiana em suas interpretações geográficas. Professores e estudantes deram depoimentos sobre essa realidade no ensino de Geografia. Os procedimentos metodológicos utilizados para a realização do artigo foram leituras, técnicas diretas ao campo, entrevistas, questionários, mapas mentais, relatos e fotos.

Palavras chaves: ensino de geografia, território e identidades goianas.


Palavras-chave


ensino de geografia; território; identidades goianas.

Texto completo:

ARTIGO AUTORIZAÇÃO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v6i1.21801



Revista Geografar ISSN: 1981-089X