Open Journal Systems

As mídias sociais no contexto das ações da liga de alergologia e imunologia da Universidade Federal de Alfenas durante a pandemia causada pelo novo coronavírus

Nayara Andrade Dias, Fabiana Freitas Pereira, Bethânia Lissa da Silva Rosa, Juliana Silva Maciel, Marina Andrade Nogueira, Isadora Azevedo Oliveira, Gabriel Tadeu Dias, Evandro Monteiro de Sá Magalhães, Leonardo Augusto de Almeida

Resumo


A Liga Acadêmica de Alergologia e Imunologia (LAAI), fundada em 2018, tem objetivo de se aprofundar em imunologia e alergologia multidisciplinarmente, atuando junto à comunidade, a fim de promover saúde e prevenir e tratar doenças. A instalação do cenário pandêmico, em março de 2020, exigiu adaptações da LAAI, que buscou apresentar temas variados relacionados à alergologia e imunologia via plataformas online para manter o pilar da extensão de maneira produtiva, através de conteúdos informativos semanais no Instagram e Facebook da LAAI. O presente estudo busca elucidar o sucesso das redes sociais da liga através da determinação de nosso público-alvo, bem como da mensuração do alcance dos posts realizados pela LAAI durante a pandemia. Os dados foram obtidos em abril de 2021, através do Facebook e do Instagram da liga, abrangendo informações acerca do número de curtidas, comentários, compartilhamentos e alcance atingidos, além do número de visualizações obtidas nos vídeos postados. Verificou-se que os seguidores são predominantemente mulheres jovens residentes em Alfenas e que os temas de maior interesse da comunidade foram temas envolvendo alergologia. As publicações efetuadas em ambas as redes sociais da liga alcançaram, em média, 174.32 pessoas por postagem, com uma média de curtidas de 18.94, além de 3.96 compartilhamentos e 1 comentário por postagem. Já a média de visualizações por vídeo no Instagram foi de 123.78. O uso das mídias digitais, principalmente o Instagram, foi fundamental nesse contexto de pandemia para que a LAAI continuasse ativa transmitindo informações para um maior número de pessoas de maneira promissora.


Palavras-chave


Extensão Universitária; ensino; educação

Texto completo:

PDF

Referências


CARNEIRO, J. A. et al. Unimontes solidária: interação comunitária e prática médica com a extensão. Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 35, n. 2, p. 283-288, jun. 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0100-55022011000200019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/Np543p5p7ndhp8KwjWq4nhx/?lang=pt. Acesso em: 17 abr. 2021.

CESAR, F. C. R. et al. Letramento em Saúde por Mídia Social durante a pandemia. Extensão em Foco, [s.l.], n. 22, jan. 2021. ISSN 2358-7180. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/extensao/article/view/75569. Acesso em: 17 abr. 2021.

COSTA, A. P. et al:. A importância da Liga Acadêmica de Queimaduras. Revista Brasileira de Queimaduras. Goiânia, p. 101-105. jul. 2009. Artigo Especial, Disponível em: http://rbqueimaduras.com.br/export-pdf/21/v8n3a06.pdf. Acesso em: 17 abr. 2021.

FILHO, J. et al. Lives da educação física. Reinventando-se para se aproximar da sociedade durante a pandemia da covid-19. In: SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 12, 2020. Anais [...]. , [s.l.], v. 12, n. 3, nov. 2020. Disponível em: https://periodicos.unipampa.edu.br/index.php/SIEPE/article/view/106732. Acesso em: 18 abr. 2021.

MALTA, C. P. et al. Atuação da liga acadêmica de cardiologia durante a pandemia da Covid-19 e as implicações na educação médica: relato de experiência. Revista Eletrônica Acervo Saúde, [s.l.], v. 13, n. 1, e5588, 1 fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e5588.2021. Disponível em: https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/5588. Acesso em: 24 maio 2021.

NETO, J. P; COSTA-PINTO, F. A. Cognição imune-neural: relações entre comportamento e imunidade. Revista Neurociências, [s.l.], v. 5, n. 4, p. 219-230, out./dez. 2009. Disponível em: http://www.fiocruz.br/ioc/media/Neurociencias_out_dez_2009.pdf. Acesso em: 20 abr. 2021.

NEVES, V. N. S. et al. Utilização de lives como ferramenta de educação em saúde durante a pandemia pela COVID-19. Educação e Sociedade, Campinas, v. 42, 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/ES.240176. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/yVCyYWbQPrZNYdB9sYtWwHt/?lang=pt. Acesso em: 25 abr. 2021.

NOGUEIRA, M. D. P. Manual sobre a extensão universitária para o aluno da UFMG. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

SANTOS, S. E. 20 por cento da população mundial sofre de alergias. Revista Eletrônica Acervo Saúde, [s.l], v. 13, n. 1, p. 1-6, 1 fev. 2021.

SERPA, F. S.; GUIDACCI, M. F.; RUBINI, N. P. O atendimento médico de pacientes com doenças imunoalérgicas no Brasil: reflexões e propostas para a melhoria. Arquivos de Asma, Alergia e Imunologia, v. 2, n. 1, 2018. Disponível em: http://aaai-asbai.org.br/detalhe_artigo.asp?id=848. Acesso em: 3 maio 2021.

SILVA, D. A.; VIEIRA, C. B. Contribuições de uma liga acadêmica do trauma e emergência na formação universitária: percepção dos integrantes. In: II Seminário Internacional em Saúde do Adulto: Tecnologias em Saúde, 2., 2019, São Paulo. Anais eletrônicos [...], Campinas, Galoá, 2019. Disponível em: https://proceedings.science/sisa-2019/papers/contribuicoes-de-uma-liga-academica-do-trauma-e-emergencia-na-formacao-universitaria--percepcao-dos-integrantes. Acesso em: 17 abr. 2021.

SILVA, J. B. C. B. et al. Impacto da pandemia SARS-COV-2 nas atividades da liga acadêmica de hematologia e hemoterapia. Hematology, Transfusion And Cell Therapy, [s.l.], v. 42, p. 484, nov. 2020. Elsevier BV. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.htct.2020.10.816. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7604218/. Acesso em: 17 abr. 2021.

SILVA, Z. J. S. et al. Comunicação interativa em saúde: uma análise nos perfis do facebook das ligas acadêmicas na área da saúde em Alagoas. Gep News, Maceió, v. 1, n. 2, p. 69-74, jun. 2017. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/3230/2413. Acesso em: 13 maio 2021.

TORRES, A. R. et al:. Ligas acadêmicas e formação médica: contribuições e desafios. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, [s.l.], v. 12, n. 27, p. 713-720, dez. 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1414-32832008000400003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/7k9pL6QvdZJJH6YZ5JBvjHb/?lang=pt#. Acesso em: 16 abr. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS. Pró-reitoria de assuntos comunitários e estudantis (PRACE), Portal do Governo Brasileiro, Alfenas, MG. Disponível em: https://www.unifal-mg.edu.br/prace/auxilio-pedagogico-para-acesso-a-internet/. Acesso em: 24 maio 2021.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ef.v0i28.86422