Relações de gênero na Educação Infantil: estrutura e agência no processo de construção de sentidos sobre ser menino e ser menina

Sandro Vinicius Sales dos Santos, Isabel de Oliveira e Silva

Resumo


Neste artigo, analisam-se as formas como as crianças vivenciam as relações de gênero em uma instituição de Educação Infantil, de modo a evidenciar as articulações entre as dimensões estruturais e as agências de meninos e de meninas. O objeto da pesquisa são as relações entre a regulação institucional e as ações de meninos e de meninas de 4 e 5 anos, nas escolhas e nos usos dos ambientes de uma instituição de Educação Infantil. Do ponto de vista teórico, o texto ancora-se nos estudos de gênero, da infância e da Educação Infantil. Já do ponto de vista metodológico, o estudo configura-se como uma etnografia desenvolvida ao longo de 2015 com 7 meninas e 11 meninos de 5 anos de idade e seus professores em uma instituição pública de Educação Infantil situada em Belo Horizonte, Minas Gerais, tendo como instrumentos de produção de dados: observação participante, entrevistas e desenhos articulados com a oralidade das crianças. Verificou-se que a regulação exercida pelos professores influencia a ação das crianças no processo de escolha e uso que fazem dos espaços da Educação Infantil, uma vez que os meninos se mostraram mais expansivos do que as meninas no que tange ao uso dos espaços da instituição.


Palavras-chave


Infância; Crianças; Educação Infantil; Relações de gênero; Estrutura e agência

Texto completo:

PDF PDF (English)


Qualis A1

Publicado pelo Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Contatos: (55) 41- 3535-6207 

E-mail: educar@ufpr.br

E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com

Web of Science (Clarivate Analytics)
Scielo
Academia.edu
Directory of Open Access Journals
Periódicos Capes
Google Acadêmico
Pergamum INEP
Latindex
Redalyc
Educ@
Directory of Open Access Scholary Resources
Information Matrix for the Analysis of Journals
Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal
MLA International Bibliography

Flag Counter

Contador ativo desde 10/09/2021