Open Journal Systems

DOR MUSCULOESQUELÉTICA EM PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA DURANTE A PANDEMIA COVID-19: ESTUDO DE MÉTODOS MISTOS

Marcilene Marques de Freitas Tamborini, Christiane de Fátima Colet, Alexa Pupiara Flores Coelho Centenaro, Eliane Nogueira de Souza Souto, Alana Thais Gisch Andres, Carmen Cristiane Schultz, José Antonio Gonzales da Silva

Resumo


Objetivo: analisar a dor musculoesquelética em profissionais de saúde na atenção primária e sua vivência durante a pandemia da COVID-19.

Método: estudo de métodos mistos, realizado no sul do Brasil, entre junho de 2021 e fevereiro de 2022. Amostra de 50 participantes, utilizando os questionários relacionados à dor e aos sintomas osteomusculares e entrevistas com roteiros pré-elaborados. Análise de dados com estatísticas descritivas, inferenciais e Análise Temática de Conteúdo.

Resultados: a maior parte dos participantes foram da área da Enfermagem, com 40 horas semanais. Regiões mais acometidas: ombros, parte superior das costas e pescoço, variando de dor moderada (42%) e intensa (10%). Diferenças estatísticas significativas relacionadas à dor e medo de contrair a COVID-19, entre aqueles com problemas prévios de saúde e enfermeiros.

Conclusão: tendo em vista que a dor pode estar associada às condições de trabalho, torna-se essencial a identificação dos fatores de risco, evitando maiores agravos para a saúde do trabalhador.


Palavras-chave


Dor Musculoesquelética; Pessoal de Saúde; COVID-19; Saúde Ocupacional; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/ce.v29i0.91903