PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE A UTILIZAÇÃO DO CHECKLIST DO PARTO SEGURO

Renan Joseph de Moraes Custódio, Letícia Barbosa Kapassi, Danielly Teles Alves, Ângela Ferreira Barros, Manuela Costa Melo, Lara Mabelle Milfont Boeckmann, Luciana Melo de Moura

Resumo


Objetivo: compreender como a implantação do Checklist do Parto Seguro modificou a prática obstétrica na percepção da equipe de enfermagem.
Método: estudo qualitativo, realizado entre outubro de 2018 e junho de 2019, com 36 profissionais de enfermagem de dois hospitais públicos de ensino no Distrito Federal – Brasil. Utilizou-se técnica narrativa e análise de conteúdo.
Resultados: os profissionais compreenderam que o instrumento trouxe benefício e contribuiu para maior qualidade e segurança na assistência obstétrica, além do estímulo à cultura de segurança. Relataram que a sua utilização provocou mudanças na rotina, as quais contribuiram para que alguns membros da equipe demonstrassem resistência e dificuldades pós-implantação.
Conclusão: as narrativas suscitaram reflexões como o planejamento em saúde, visando maior adesão da equipe de enfermagem às práticas seguras e sensibilização com relaçào à importância da ferramenta do Checklist do Parto Seguro.


Palavras-chave


Segurança do Paciente; Lista de Checagem; Serviços de Saúde Materno-Infantil; Parto Obstétrico; Enfermagem Obstétrica.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.74752 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536