Open Journal Systems

MECANISMOS DE ENFRENTAMENTO E QUALIDADE DE VIDA ENTRE IDOSOS COM HIPERTENSÃO: UM ESTUDO TRANSVERSAL

Ifa Mardiana, Tantut Susanto, Latifa Aini Susumaningrum

Resumo


Objetivo: analisar as diferenças nos mecanismos de enfrentamento e na qualidade de vida entre idosos com hipertensão em casas de repouso da Indonésia. Método: foi realizado um estudo transversal entre 71 idosos durante dezembro de 2018 em casas de repouso. Foi utilizado um questionário autoadministrado foi para identificar as características dos participantes e a qualidade de vida dos idosos, ao mesmo tempo em que o esfigmomanômetro foi usado para medir a pressão arterial. A análise de dados foi feita com teste qui-quadrado. Resultados: houve diferenças significativas entre os mecanismos de enfrentamento e a qualidade de vida dos idosos com hipertensão (X2=4,15; p=0,041). Os idosos que usavam mecanismos de enfrentamento focando nos problemas eram mais propensos a ter uma qualidade de vida moderada (OR=2,86; 95% IC=1,02-7,97). Conclusão: os mecanismos de enfrentamento de idosos com hipertensão devem ser aprimorados para que alcancem qualidade de vida por meio de cuidado e aconselhamento.


Palavras-chave


Idoso; Hipertensão, Comportamento de Enfrentamento, Casas de Repouso; Qualidade de Vida.

Texto completo:

PDF PDF (English)