CONDUTAS QUE PODEM INTERFERIR NA FASE PRÉ- ANALÍTICA DO EXAME SUMÁRIO DE URINA

Suzana Carvalho de Sousa Pedrosa, Milenna Azevedo Minhaqui Ferreira, Keyth Sulamitta Lima Guimarães, Wilma Ferreira Guedes Guimarães, Keylla Talitha Fernandes Barbosa

Resumo


Objetivo: identificar as condutas pré-analíticas que podem influenciar nos resultados do exame sumário de urina.
Método: trata-se de um estudo exploratório, descritivo, do tipo transversal, de natureza quantitativa, realizada com 246 pacientes de um laboratório público de referência do município de João Pessoa, Paraíba, durante os meses de junho e julho de 2019. A análise de dados foi realizada por estatística descritiva e inferencial, com Teste de Qui-Quadrado e Correlação de Spearman, elencado após o teste de Kolmogorov-Sminorv.
Resultados: em relação ao conhecimento sobre o exame, 138 (56,1%) dos participantes afirmaram possuí-lo, porém 174 (70,7%) relataram não terem sido orientados antes da coleta do exame. A correlação evidenciou que, quanto maior o conhecimento, mais adequadas eram as condutas préanalíticas.
Conclusão: observou-se baixo nível de conhecimento sobre o procedimento, contribuindo para condutas pré-analíticas inadequadas. Destaca-se a importância de ofertar ao cliente orientações sobre a coleta do exame.


Palavras-chave


Enfermagem; Técnicas de Laboratório Clínico; Coleta de Urina; Conhecimento; Testes Diagnósticos de Rotina.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.74085 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536