MULTIDIMENSIONALIDADE DA GRAVIDADE DOS TRANSTORNOS RELACIONADOS A SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS PELO ADDICTION SEVERITY INDEX-6

Manuela Kaled, Fernanda Carolina Capistrano, Aline Cristina Zerwes Ferreira, Mariluci Alves Maftum, Maria de Fátima Mantovani, Rosibeth Del Carmen Munoz Palm, Camila Bonfim de Alcântara

Resumo


Objetivo: caracterizar a gravidade dos transtornos relacionados a substâncias nas pessoas em tratamento nos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas.
Método: estudo transversal, realizado em três Centros de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas III, em Curitiba-Paraná, com 137 pessoas com transtornos relacionados a substâncias. Os dados foram coletados entre abril e novembro de 2018, mediante a aplicação do instrumento Addiction Severity Index sexta versão, e analisados descritivamente a partir de frequências absolutas e relativas, média e desvio padrão.
Resultados: do total da amostra, 89,1% (122) eram do sexo masculino; as subescalas de maior gravidade foram Família/crianças 57,8 (± 8,6), Álcool 52,8 (±10,9) e Família/problemas sociais 51,0 (±8,9).
Conclusão: O uso de substâncias psicoativas afeta as relações familiares e sociais e o álcool, uma substância lícita, de fácil acesso, está presente na vida das pessoas desde a infância, acabando por ter maior frequência entre todas as faixas etárias.


Palavras-chave


Gravidade do Paciente; Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias; Drogas Ilícitas; Serviços de Saúde Mental; Saúde Mental.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.70636 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536