PERFIL E NÍVEL DE ESPERANÇA ENTRE PACIENTES QUE REALIZAM HEMODIÁLISE E DIÁLISE PERITONEAL

Rayane Alves Moreira, Moema da Silva Borges

Resumo


Objetivo: identificar o perfil clínico, psicossocial e mensurar o nível de esperança entre pacientes
que realizam hemodiálise e diálise peritoneal.
Método: estudo exploratório, descritivo e quantitativo, realizado numa unidade de nefrologia
do Distrito Federal com pacientes em tratamento dialítico. A coleta aconteceu entre setembro e
outubro de 2018, com questionário de caracterização e aplicação da escala de esperança de Herth.
Para comparar o nível de esperança, utilizou-se o teste de Mann-Whitney.
Resultados: participaram 122 pacientes. O escore médio de esperança obtido foi de 39,79 (±5,3)
com maior nível em 48 e, no teste comparativo, não houve diferença significativa entre os níveis de
esperança.
Conclusão: apesar de todas as limitações impostas pelo tratamento e doença, essa população
possui bom nível de esperança. Este estudo contribuiu para a ampliação do debate acadêmico
que permitiu identificar e construir pontos essenciais para um bom planejamento dos cuidados de
enfermagem, em especial no âmbito do tratamento da doença renal crônica.


Palavras-chave


Esperança; Insuficiência Renal Crônica; Enfermagem; Diálise Renal.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.67355 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133