Open Journal Systems

CLIMA DE SEGURANÇA NO CENTRO CIRÚRGICO: ATITUDES DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Cátia Cristiane Matte Dezordi, Sabrina Azevedo Wagner Benetti, Ana Karina Silva da Rocha Tanaka, Eliane Raquel Rieth Benetti, Patricia Treviso, Rita Catalina Aquino Carenato, Eniva Miladi Fernandes Stumm

Resumo


Objetivo: avaliar atitudes dos profissionais de saúde de um centro cirúrgico referentes ao clima de segurança.
Método: estudo transversal desenvolvido no centro cirúrgico de um hospital filantrópico da região sul do Brasil, com 107 profissionais da saúde. Coleta de dados realizada com Questionário de Atitudes de Segurança, versão Centro Cirúrgico, com escore satisfatório igual ou superior a 75, no período de dezembro 2016 a fevereiro de 2017. Análise dos dados por estatística descritiva, correlação e análise fatorial.
Resultados: as percepções dos profissionais sobre clima de segurança variaram de 36,24 a 77,99 por domínio do questionário. Foi obtido escore satisfatório no domínio “Comunicação no Ambiente Cirúrgico” (77,9). Os domínios “Percepção do Desempenho profissional”, “Clima de Segurança”, “Condições de Trabalho” e “Percepção de Gerência” apresentaram diferenças significativas.
Conclusão: evidenciam-se fragilidades nos valores, atitudes e comportamentos, traduzidos por escores abaixo do satisfatório, determinando baixo clima de segurança entre os profissionais.


Palavras-chave


Segurança do Paciente; Cultura Organizacional; Enfermagem; Enfermagem Perioperatória; Centros Cirúrgicos.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.65577